Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SomosDesporto

Blog desportivo, noticias atualizadas, futebol nacional e internacional.

SomosDesporto

Blog desportivo, noticias atualizadas, futebol nacional e internacional.

FC Porto tropeça e marca 'Paços' na Capital do Móvel

naom_5aa5ad7b96a37.jpg

   O Paços de Ferreira derrotou, este domingo, o FC Porto (1-0), num jogo a contar para 26.ª jornada da I Liga. Os dragões sofreram assim a primeira derrota no campeonato e nas provas internas. 

   Primeira parte muito atípica, fruto das condições do terreno do jogo. O relvado estava pesado e os jogadores não arriscavam fazer passes demasiados longos. O FC Porto tentava pegar no jogo, mas os minutos passavam e a ausência de Herrera – jogador que ficou a cumprir castigo – era cada vez mais notada. Conceição apostou em André André, mas o médio português tardava em encontrar o ritmo certo.

   As jogadas de perigo eram quase nulas e até foi o Paços de Ferreira o primeiro a criar uma ocasião de verdadeiro perigo. Na sequência de uma perda de bola por parte de Sérgio Oliveira, a bola sobrou para Pedrinho que, com espaço, disparou para uma boa estirada de Iker Casillas.

   O jogo prosseguia e seria mesmo o Paços a chegar à vantagem no marcador. Na sequência de um canto, gerou-se uma enorme confusão na grande área do FC Porto – os dragões queixam-se de uma falta de Rúben Micael sobre Corona – com o cruzamento de de Filipe Ferreira a encontrar o melhor destino nos pés de Miguel Vieira (34'): o fundo das redes de Casillas. 

   Na segunda parte, o FC Porto subiu linhas, tentou pressionar os homens do Paços de Ferreira que pareciam estar confortáveis com a toada do jogo. Conceição mexeu, lançou Otávio e Paciência e aos 68 minutos o FC Porto dispôs mesmo de uma grande oportunidade para chegar ao empate. Rui Correia cometeu falta sobre Felipe na grande área dos castores e Bruno Paixão não teve dúvidas em apontar para a marcar dos 11 metros. Brahimi foi chamado a converter… e desperdiçou a oportunidade soberana.

   O internacional argelino foi algo displicente ao marcar a grande penalidade e Mário Felgueiras acabou por defender o penálti. Os minutos passavam, o relógio não parava e os nervos pareciam tomar conta dos jogadores do FC Porto. 

   O Paços de Ferreira soube 'jogar' com isso e segurou a precisa vantagem até ao apito final. Com este resultado, FC Porto vê a vantagem pontual, face ao Benfica, ser reduzida para dois pontos. 

Portimonense bate Vitória de Guimarães e regressa aos triunfos na I Liga

23854085.JPG

   Após duas derrotas seguidas no campeonato, a equipa algarvia impôs-se com golos de Wellington Carvalho (17 minutos) e Pires (59), enquanto Raphinha ainda repôs a igualdade, na transformação de uma grande penalidade (22), antes de o Vitória de Guimarães ficar reduzido a 10 unidades, por expulsão do guarda-redes Douglas (29). Com este triunfo, o Portimonense sobe provisoriamente ao nono lugar, com 30 pontos, em igualdade com os vimaranenses, que acumulam cinco jornadas sem ganhar e caem para o décimo posto, arriscando-se a perder a posição para Tondela ou Belenenses, que se defrontam hoje.

Paços-FC Porto: Quando a 'fome' enfrenta 'a vontade de comer'

jc_8661397e997.jpg

   Com o campeonato a entrar na sua reta final, o FC Porto segue na liderança da I Liga sem quaisquer derrotas. Com um registo de seis vitórias consecutivas no campeonato, a última das quais frente ao Sporting, a formação orientada por Sérgio Conceição não quererá perder vantagem na viagem à Mata Real.  Por outro lado, o Paços, que soma cinco derrotas nos últimos cinco encontros, sem nada a perder e a precisar de somar três pontos, já avisou que irá receber os dragões com olhos bem apontados à baliza adversária.  Fique com os pontos principais das antevisões dos dois técnicos bem como  a análise estatística ao momento das duas formações.

Sérgio Conceição:

   Paços de orgulho ferido: Quando defrontamos um adversário não olhamos para a posição que ocupa na tabela. Preparamos o jogo em função daquilo que devemos fazer e das valias do adversário. Não olhamos para uma equipa e vemos se está na linha de água... Falou do jogo que fizeram com o Benfica e acho que, naquilo que foi a organização do Paços, foi uma equipa que sabe o que faz. Vamos encontrar muitas dificuldades e, volto a frisar, o Paços é uma boa equipa e muito competitiva. A qualidade que tem não é o reflexo dos seus últimos jogos. Foi isso que foi passado aos jogadores.

   Sonho ou obsessão pelo título: O título nesta casa não tem de ser um sonho. Um sonho tem de ser para equipas que não estão habituadas a ganhar. Para nós é um objetivo claro... faltam 9 jornadas e 27 pontos. Estamos numa situação boa porque somos os primeiros, mas isso não chega. É preciso trabalhar e encarar os nove jogos como finais. O próximo jogo tem de ser sempre o mais importante. Não vamos mudar nada naquilo que é a preparação e motivação para o jogo. Temos é consciência de que à medida que o campeonato se vai aproximando do fim vai ficando mais complicado de acordo, também, com os objetivos dos outros.

   Intensidade e lesões: De acordo com os relatórios sobre os jogos, mais de 90% dos jogos corremos mais do que o adversário, ganhamos mais duelos, somos mais intensos e isso, aqui ou ali, pode pagar-se com uma situação que pode debilitar um jogador. Isto são dados que nós temos. Acho normal e natural que hajam lesões durante a época.

 

João Henriques:

   Antevisão: "Sabemos que o FC Porto ainda não perdeu qualquer jogo oficial em provas nacionais e que, por isso, será uma partida tremendamente difícil. Nós vimos de uma sequência negativa, é um facto, mas estamos convictos de que temos trabalhado bem nas últimas semanas"

   Momento da temporada: Nada melhor do que encontrar uma equipa como o FC porto para podermos dar uma imagem do nosso valor real, daquilo que somos capazes de fazer e do trabalho que está a ser desenvolvido

   Objetivos para a partida: Nada melhor do que encontrar uma equipa como o FC porto para podermos dar uma imagem do nosso valor real, daquilo que somos capazes de fazer e do trabalho que está a ser desenvolvido.

B. Fernandes e Acuña: Leões vão entrar em Chaves... sem metade dos golos

belenenses_sporting_acuna.jpg

   oito pontos do líder FC Porto, e a três do Benfica, o Sporting está proibido de perder terreno para os rivais e esta segunda-feira vai a Trás-os-Montes defrontar o Desportivo de Chaves com duas baixas de vulto. Bruno Fernandes e Marcos Acuña viram o quinto amarelo no campeonato, no Clássico com o FC Porto, e vão estar ausentes da partida referente à 26.ª jornada da I Liga. Bas Dost pode estar de volta, mas nem por isso Jorge Jesus terá menos dores de cabeça. Pelo contrário…

  Bruno Fernandes e Acuña detêm números impressionantes e facilmente se pode constatar a sua influência na equipa leonina esta temporada. Juntos, os dois futebolistas representam 42 golos, num total de 90 marcados pelo Sporting.

  O camisola 8 dos leões já marcou 13 golos e assistiu para outros 15. Já o extremo argentino apontou cinco tentos e ofereceu nove. Números ainda mais impressionantes se tivermos em conta que Bruno Fernandes e Acuña chegaram esta temporada a Alvalade. Chegaram, viram e venceram, como se costuma dizer. 

Furacão Jonas voltou a fazer estragos e 'abafou' o voo das Aves

jonas-goncalves-benfica_20gap7k5mkd51n2mizyha56p1.

   Benfica alcançou este sábado a sexta vitória consecutiva no campeonato ao bater o Desp. Aves , na Luz, por 2-0. Os encarnados tiveram que 'suar' para conseguirem conquistar os três pontos, num jogo em que Jonas voltou a ser decisivo. O avançado brasileiro quebrou a resistência avense já no segundo tempo e permitiu à equipa partir para um triunfo que mantém assim a perseguição ao líder FC Porto na luta pelo título. Os tetra-campeões nacionais estão agora, à condição, a apenas dois pontos dos dragões, que só este domingo entram em campo para defrontarem o P. Ferreira. 

Sonho leonino continua a voar nas asas de 'El Avioncito'

naom_5aa1b30711d1c.jpg

   Sporting está em vantagem nos oitavos-de-final da Liga Europa. O conjunto verde e branco venceu esta quinta-feira o Viktoria Plzen, por 2-0, em Alvalade, num jogo em que Fredy Montero voltou a viver mais um grande noite de leão ao peito. 

   Sem Bas Dost, Jesus lançou Fredy Montero como homem mais adiantado, com Bruno Fernandes e Bryan Ruiz nas costas, e... ganhou a aposta. Contudo, não foi uma primeira parte fácil para os leões. Apesar do domínio absoluto, os conjunto verde e branco acusou bastante a falta do holandês, principalmente nos momentos em que Gelson Martins à direira e principalmente Acuña à esquerda solicitavam a presença dos companheiros, com cruzamentos para a área que raramente resultaram em perigo. A única exceção acabou mesmo por ser o derradeiro lance do primeiro tempo.

   Antes disso, todas as tentativas foram anuladas com alguma tranquilidade pela defesa checo. Montero procurava maioritariamente surgir ao primeiro poste, deixando o segundo repleto de jogadores... do Viktoria Plzen. Consciente deste problema, Jesus tentou várias vezes pedir a Gelson Martins para se 'encostar' ao colombiano, derivando frequentemente para o centro do terreno e aproveitando o espaço que Bruno Fernandes e Bryan Ruiz deixavam em aberto sempre que baixavam para 'pegar' no jogo.

   Foi precisamente num lance deste tipo que o Sporting obteve a primeia grande ocasião de golo. Acuña, um dos elementos em melhor foco no primeiro tempo, cruzou rasteiro com conta, peso e medida e Gelson Martins, ao segundo poste, antecipando-se ao opositor direto, desviou de pé direito, mas a bola saiu ao lado. À passagem dos 20 minutos foi a vez do argentino pisar terrenos interiores e, flectindo para o meio, desferiu um belo remate em arco que acertou na trave da baliza de Hruska.

   O Sporting pressionava, praticamente anulava as ações ofensivas dos checos e ia somando oportunidades. Bruno Fernandes tentou o golo de fora da área por duas vezes, mas em ambas as ocasiões a bola saiu ao lado. Já em cima do intervalo, quando já todos esperavam pelo apito do árbitro, Montero fez 'explodir' Alvalade. Fábio Coentrão iniciou a jogada no lado esquerdo, combinou com Bryan Ruiz, o costa-riquenho devolveu ao lateral-esquerdo, que, de primeira, sem deixar a bola cair no relvado, assistiu 'El Avioncito' para o 1-0. De cabeça, o colombiano assinou o segundo golo neste regresso ao Sporting, o primeiro na Liga Europa.

   No entanto, logo no reatamento da partida, Montero viria a desatualizar este registo. Aos 49', Bruno Fernandes recuperou a bola em zona ofensiva - parece haver falta sobre o jogador do Viktoria Plzen - e entrega ao colombiano, que, depois de tirar Hubník do caminho, atirou para o fundo da baliza checa. Mais um grande lance do camisola 40 a aproveitar da melhor forma este regresso à titularidade.Um golo que trouxe maior conforto aos leões e permitiu a Jesus gerir melhor o encontro. Battaglia foi lançado no encontro no lugar de Acuña, Bruno Fernandes derivou para o lado esquerdo e o Sporting passou a ter maior qualidade na posse, não baixando a intensidade.

   Já depois de Coates ver o cartão amarelo, que o tira do jogo da segunda mão, devido a castigo, Bryan Ruiz e Bruno Fernandes ameaçaram o terceiro, mas o guardião Hruska brilhou com duas belas intervenções.Até ao final, William Carvalho também viu o cartão amarelo, falhando assim também a viagem à Rep. Checa, enquanto o Viktoria Plzen ainda tentou reduzir a desvantagem e chegou mesmo a assustar, já dentro dos últimos 10 minutos, num cabeceamento muito perigoso de Krmencik que rasou o poste direito da baliza de Rui Patrício.

   Com esta vitória, o Sporting dispõe assim de uma importante vantagem nestes oitavos-de-final da Liga Europa. O sonho continua assim a voar nas asas de... 'El Avioncito'.

Rui Patrício a um jogo de fazer história

rui-patricio-sporting-vs-vitoria-sc-primeira-liga-

 Rui Patríco o guarda redes leonino está a um passo de fazer história, com a presença no jogo de hoje da Liga Europa, o guardião iguala os 453 jogos do antigo defesa leonino Hilário. Significa que uma das figuras do actual conjunto de Alvalade está a um jogo de se tornar o jogador de sempre com mais jogos de leão ao peito. Na próxima segunda feira diante do Desportivo de Chaves, Rui Patricio poderá imortalizar o seu nome na história do Sporting isolando se no topo dos jogadores com mais presenças pelo clube.

Ronaldo Tavares convocado num lista sem Bas Dost, mas com o regresso de Gelson Martins

image.jpg

   inclusão de Ronaldo Tavares é a principal nota de destaque na lista de convocados do Sporting para a receção ao Viktoria Plzen, relativa à primeira mão dos oitavos-de-final da Liga Europa.  O avançado de apenas 20 anos poderá estrear-se pela equipa principal dos leões, visto que Seydou Doumbia, Bas Dost e Rafael Leão estão, todos eles, lesionados. Quem também entra nos eleitos de Jorge Jesus é Gelson Martins e Radosav Petrovic, que ficaram de foras no Clássico com o FC Porto, por castigo. Em sentido inverso, além de Doumbia, e Rafael Leão, também Josip Misic e Lumor 'caem' dos convocados.

 

Confira os jogadores convocados para a partida desta quinta-feira:

Guarda-redes: Rui Patrício e Salin;

Defesas: Coates, Mathieu, Fábio Coentrão e Ristovski;

Médios: Bruno Fernandes, Acuña, Bruno César, Battaglia, William, Bryan Ruiz, João Palhinha e Petrovic;

 Avançados: Gelson, Rúben Ribeiro, Fredy Montero e Ronaldo Tavares.

Bellerín na rota do Barcelona para suceder a... Nélson Semedo

900974864.jpg

   chegada de Nélson Semedo ao Barcelona foi vista com algumas desconfiança pelos adeptos, mas o lateral internacional espanhol chegou a impressionar com as suas boas exibições. Entretanto, perdeu algum gás e o jornal Mundo Deportivo diz que o clube espanhol quererá manter mais um ano de confiança no jogador, mas que já estará a analisar várias opções para lateral direita.  

   De acordo com o explicado, Hector Bellerín é seguido de perto pelo clube catalão. Tendo feito parte da sua formação no emblema espanhol, o jogador esteve nas cogitações para ser comprado, mas o negócio foi abortado devido à política do clube - ‘quem se vai embora não volta’, mas também pelo seu preço.

   A verdade é que os jornais ingleses dizem esta quinta-feira que o jogador estará saturado de Arsène Wenger e, por isso, terá tentado forçar a sua saída do emblema londrino e com um alvo bem concreto: regressar à Catalunha.

  Com contratação de longa duração com os gunners, o concurso do jogador nunca seria fácil, ainda assim os responsáveis blaugrana terão ficados convencidos pela vontade de o jogador regressar ‘a casa’, estando a seguir, segundo o Mundo Deportivo, o dossier do jogador de 22 anos com muita atenção.

Ederson aprova Bruno Varela na baliza do Benfica

ederson-manchester-city_17sfq1pocjlzn1ie0zwr07yjn1

   Ederson tem brilhado no impressionante Manchester City, mas não esquece os momentos vividos com a camisola do Benfica. O guardião brasileiro revela-se atento à realidade dos encarnados, mesmo à distância, e acredita no valor de Bruno Varela, jogador que acabou por ocupar o lugar de guardião no Benfica. 

   "Foi difícil no início, mas acabou por estabilizar no onze e espero que continue a crescer", atirou, em declarações recolhidas pela SPORT TV, logo após a derrota caseira com o Basileia (1-2), sublinhando que o guarda-redes português "está a desempenhar um bom papel".

   Recorde-se que a saída de Ederson abriu uma vaga na baliza do Benfica. Primeiramente foi colmatada por Bruno Varela. No entanto, a derrota consentida pelo Benfica no Bessa, diante do Boavista, fez Rui Vitória apostar em Júlio César e depois em Svilar. 

   Poucos jogos depois, Bruno Varela acabaria por recuperar a titularidade, contabilizando, até ao momento, 26 jogos esta temporada nos quais sofreu 22 golos. 

Pág. 1/7